NOTÍCIAS
compartilhar este link
Briga de Titãs

28/11/2016 15:17:21
Taeq lança Cajuína Orgânica

17/11/2016 15:22:32
Morre Toninho Pratinha

21/10/2016 16:50:20
O futuro da Hanjin à deriva

04/10/2016 14:24:25
Ameaça de embargo

22/08/2016 14:58:11
Cuidados no pomar

04/08/2016 13:03:39
Sufresh FLIP chega ao mercado

20/07/2015 12:58:49
O suco que bate um bolão

16/03/2015 18:03:36
Consumo em queda

04/03/2015 09:06:51
O supersuco da Purity Organic

02/12/2014 15:27:46
Zone 8 lança chás premium

28/11/2014 17:29:15
Alta interrompida

25/11/2014 18:50:14
Suco volta a subir na Bolsa

21/10/2014 19:19:55
Edeka veta transgênicos

15/09/2014 07:37:58
Uma salada para beber

12/09/2014 13:02:00
O novo suco da Mello

09/09/2014 12:51:19
Suco volta a cair

08/09/2014 12:50:22
Suco volta a fechar em baixa

02/09/2014 12:47:06
Demanda enfraquece cotações

28/08/2014 12:37:42
A nova onda da Campbell

28/08/2014 12:36:27
O super suco da Juxx

28/08/2014 12:34:27
Vita Coco quer reinar na China

25/08/2014 12:29:49
O suco das Arábia

20/08/2014 12:28:16
Safra farta no Marrocos

18/08/2014 12:27:09
A laranja gigante

14/08/2014 12:21:44
Suco volta a subir na Bolsa

14/08/2014 12:21:44
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Mercado em baixa

05/08/2014 12:15:39
Laranja menor, lucros maiores

30/07/2014 11:56:33
Tempestade na demanda

29/07/2014 11:56:33
Suco estável

28/07/2014 11:56:33
Sem tempestade no radar

24/07/2014 11:56:33
Medo do furacão

22/07/2014 11:56:33
Em busca de direções

17/07/2014 12:16:24
Suco recua em NY

10/07/2014 11:49:32
Clima de alta

03/07/2014 11:44:03
Tempestades vem, suco sobe

02/07/2014 11:44:03
Queda mantida

30/06/2014 11:42:27
Queda se mantém

26/06/2014 11:19:54
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
A ciência gordurosa

24/06/2014 11:19:54
A próxima revolução verde

23/06/2014 11:19:54
O novo Captain Citrus

18/06/2014 10:54:40
Laranja para curtir

28/05/2014 10:45:00
Município vai mapear áreas com espécies de murta e citros

Gazeta de Limeira - 27/05/2019 - Objetivo é combater o greening, que ataca os pomares; vetor está neste tipo de espécie


O greening, que ataca as plantações de citros, é uma das preocupações da citricultura. Na região de Limeira, a doença é considerada severa e apresenta 34,01% de incidência. Provoca altos impactos negativos tanto ambientais, devido a maior necessidade de controle químico do inseto vetor, quanto socioeconômicos em razão da erradicação significativa de pomares. Na última década, a diminuição representa 70% do parque citrícola do município.

Os dados foram citados em resolução do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), publicada no Jornal Oficial no último dia 11. O objetivo é a erradicação da doença por meio do combate às espécies vetoras, como a murraya paniculada, conhecida popularmente como murta ou dama da noite.

De acordo com o texto, fica instituída a obrigatoriedade do levantamento e da declaração da existência e quantidade de espécies nas chácaras e áreas de lazer (as chácaras de recreio), como parte do processo de regularização fundiária, para possíveis ações de supressão como forma de combate ao greening. Citros são consideradas cidras, laranjas, limas, toranjas, limões, mexericas, pomelos, entre outros. 

O inseto, vetor do greening, se reproduz em murta e em plantas de citros. Por isso, o município quer mapear as áreas onde há as espécies. O secretário de Meio Ambiente, Paulo Trigo, explica que a murta abriga o psilídeo, vetor da doença. "Há dois anos aderimos a campanha #Unidoscontraogreening, do Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura). Facilitamos a substituição das murtas na cidade com posterior plantio de outra espécie", diz. 

Segundo o secretário, o processo iniciou quando o Fundecitrus e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) procuraram a secretaria para discutir sobre o problema do greening em Limeira. "Eles queriam saber o que mais poderia ser feito para ajudar no combate ao greening. Marcamos uma reunião com a Secretaria de Urbanismo, que realiza a regulamentação fundiária. Hoje, o maior problema é justamente em áreas rurais não produtivas, ou seja, as chácaras de recreio", enfatiza. 

A ideia é seja incluída uma declaração do proprietário informando se tem ou não pomar e uma estimativa do número de plantas, seja de murta ou cítrico. "A partir daí, a Cati e o Fundecitrus vão trabalhar nas medidas de combate, seja na erradicação destas plantas doentes, para replantio por plantas saudáveis nativas, ou no controle do inseto", observa. 

Após a reunião, Trigo colocou o Comdema à disposição. "Eles acharam pertinente criar uma resolução, o que vai dar respaldo à Secretaria Municipal de Habitação para que possa pedir essa documentação. Isso não é algo burocrático, é simplesmente uma declaração. Tem o intuito de fornecer dados e mapear as áreas com murta ou pomares abandonados para depois, os outros envolvidos, entrarem em ação", completou.

Ainda de acordo com a resolução, profissionais da área devem ficar cientes da restrição destas plantas em projetos paisagísticos e para formação de pomares domésticos em Limeira, e demais ações pertinentes de combate ao greening.