NOTÍCIAS
compartilhar este link
Briga de Titãs

28/11/2016 15:17:21
Taeq lança Cajuína Orgânica

17/11/2016 15:22:32
Morre Toninho Pratinha

21/10/2016 16:50:20
O futuro da Hanjin à deriva

04/10/2016 14:24:25
Ameaça de embargo

22/08/2016 14:58:11
Cuidados no pomar

04/08/2016 13:03:39
Sufresh FLIP chega ao mercado

20/07/2015 12:58:49
O suco que bate um bolão

16/03/2015 18:03:36
Consumo em queda

04/03/2015 09:06:51
O supersuco da Purity Organic

02/12/2014 15:27:46
Zone 8 lança chás premium

28/11/2014 17:29:15
Alta interrompida

25/11/2014 18:50:14
Suco volta a subir na Bolsa

21/10/2014 19:19:55
Edeka veta transgênicos

15/09/2014 07:37:58
Uma salada para beber

12/09/2014 13:02:00
O novo suco da Mello

09/09/2014 12:51:19
Suco volta a cair

08/09/2014 12:50:22
Suco volta a fechar em baixa

02/09/2014 12:47:06
Demanda enfraquece cotações

28/08/2014 12:37:42
A nova onda da Campbell

28/08/2014 12:36:27
O super suco da Juxx

28/08/2014 12:34:27
Vita Coco quer reinar na China

25/08/2014 12:29:49
O suco das Arábia

20/08/2014 12:28:16
Safra farta no Marrocos

18/08/2014 12:27:09
A laranja gigante

14/08/2014 12:21:44
Suco volta a subir na Bolsa

14/08/2014 12:21:44
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Mercado em baixa

05/08/2014 12:15:39
Laranja menor, lucros maiores

30/07/2014 11:56:33
Tempestade na demanda

29/07/2014 11:56:33
Suco estável

28/07/2014 11:56:33
Sem tempestade no radar

24/07/2014 11:56:33
Medo do furacão

22/07/2014 11:56:33
Em busca de direções

17/07/2014 12:16:24
Suco recua em NY

10/07/2014 11:49:32
Clima de alta

03/07/2014 11:44:03
Tempestades vem, suco sobe

02/07/2014 11:44:03
Queda mantida

30/06/2014 11:42:27
Queda se mantém

26/06/2014 11:19:54
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
A ciência gordurosa

24/06/2014 11:19:54
A próxima revolução verde

23/06/2014 11:19:54
O novo Captain Citrus

18/06/2014 10:54:40
Laranja para curtir

28/05/2014 10:45:00
Espanha deve ter safra menor de limão

Freshplaza - 20/07/2016 - A associação estima queda na colheita espanhola em pelo menos 30%.


A safra de limão espanhol tem previsão de colheita de 802.000 toneladas, o que é 30% menor do que os números de produção de dois anos atrás. A plantação chegou a render 1.154,000 toneladas e mostrou o potencial produtivo de árvores que a Espanha possui com quase 10 milhões de pés de limão plantado. Como a Associação Interprofissional de Limão e Pomelo, previu anteriormente, a queda no rendimento da colheita foi devido as condições meteorológicas adversas ao longo de 2015. 
 
Em termos gerais, a Ailimpo ressalta que "a campanha que estamos fechando pode ser vista como uma anomalia e excepcional em termos de volume. Além disso, a safra encerrou mais cedo do que o esperado em junho, embora os limões espanhóis estarão presentes normalmente no mercado até o final de julho ".
 
A desaceleração na colheita do limão resultou em uma redução da oferta no mercado de exportação, que encolheu 21% em volume com 530.000 toneladas, no entanto, ressaltando que segundo afirmou a associação, "os esforços comerciais focados em mercados da UE para o setor seguem uma política de priorização de serviços e de fornecimento de clientes já consolidados". 
 
Por outro lado, apesar do menor volume, a comercialização das exportações de limão fresco para outros países aumentou 15%, atingindo € 640 milhões. A Alemanha foi mais uma vez o principal destino para o produto espanhol, seguidos por França, Reino Unido, Itália e Polônia.
 
A safra menor resultou em 50% menos exportações para os mercados não comunitários, a associação ainda assim afirma, "as atividades de negócios foram mantidas com 48 países fora da UE, embora em volumes inferiores, isso demonstra a dinâmica do setor comercial e a tendência para a diversificação de destinos dos limões espanhóis".
A este respeito, os principais países não membros da UE dos quais os limões espanhóis estão incluídos são: Suíça, Canadá, Estados Unidos, Emirados Árabes, Brasil, entre outros.
 
Há também uma tendência positiva de crescente destaque no mercado nacional que é marcada pelo aumento de 10% no consumo. A Ailimpo acredita ser pela grande procura por parte dos consumidores mais jovens já que procuram por um estilo de vida mais saudável.
 
A atividade de processamento em sucos, óleos essenciais e outros produtos foram muito limitadas nesse ano devido a colheita ser menor e a procura ser maior para o mercado de limões frescos. Mesmo assim, ainda não chegou a 100.000 toneladas, o que representa 13% da produção total de limão, embora a participação na indústria é em média de 25%.
 
Limões espanhol em todo o mundo
 
Esses dados também revelam que a Espanha continua a ser o segundo maior produtor mundial de limão, atrás da Argentina e ainda é o termômetro mundial em exportações de limão fresco em todo o mundo. Uma vez que 4 em cada 10 limões exportados ao redor do mundo vêm da Espanha.