NOTÍCIAS
DO CAMPO
compartilhar este link
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Starbucks apoia cafeicultores

25/06/2015 11:52:08
Texas terá ajuda contra HLB

02/06/2015 12:57:45
Lista PIC

21/05/2015
Mercado espanhol segue incerto

16/03/2015 17:09:59
Licopeno contra o frio

18/02/2015 17:31:55
Greening causa perdas na China

19/01/2015 17:37:42
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
Cancro em debate

07/05/2014 11:41:00
Todos contra o Cancro

17/04/2014 11:07:00
De olho no cancro

11/04/2014 12:11:00
De portas abertas

05/03/2014 16:27:00
Reforço Espanhol

25/02/2014 17:35:00
Uma vespa contra o greening

13/02/2014 12:22:00
Os prejuízos do frio

11/02/2014 13:29:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Califórnia abaixo de zero

12/12/2013 16:14:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Novas soluções

19/11/2013 14:33:00
Em busca de salvação

17/10/2013 13:31:00
Molécula pode salvar pomares

15/10/2013 11:06:00
Para falar de doenças

10/10/2013 12:51:00
O DNA do grenning

03/10/2013 15:07:00
Em busca de aliados

01/10/2013 12:11:00
De olho no inseto

24/09/2013 10:36:00
Capacitação contra doenças

12/09/2013 11:04:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Greening avança em SP

02/08/2013 15:24:00
Produção em queda

11/07/2013 15:46:00
Formulário contra o greening

10/06/2013 15:47:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
Um PIC contra as pragas

25/04/2012 14:34:00
Menos laranja na Flórida

12/04/2012 16:53:00
Citricultores argentinos protestam

Freshplaza.com - 01/04/2015 - Ação é protesto contra baixos preços pagos aos produtores

Os citricultores das regiões de Corrientes e Entre Rios, na Argentina, despejaram caixas de laranja na Rodovia 14, em protesto contra as constantes perdas e os crescentes custos da citricultura. Além disso, eles reclamam das recorrentes quedas nos preços das frutas e também da valorização do câmbio para os exportadores. 

De acordo com o jornal El Clarín, os citricultores estão recebendo entre 40 e 50 centavos de peso por quilo das laranjas, enquanto os consumidores pagam entre 8 e 10 pesos por quilo. Além dos preços baixos, os produtores também sofreram perdas com as recentes chuvas e tempestades que causaram estragos nos pomares.

Como resultado dessa situação, os citricultores do norte de Entre Rios e do sul da região de Corrientes decidiram agir. Por isso, além de despejarem as frutas na rodovia, anunciaram que irão tomar outras medidas nos próximos dias. No dia do protesto, algumas processadoras de suco de laranja não funcionaram por causa da falta de frutas para esmagar, enquanto os produtores têm um excesso de frutas em seus estoques.

Os citricultores pediram ao governo um valor de US$ 3 por cada caixa da fruta exportada, valor suficiente para cobrir apenas os custos de produção. De acordo com o presidente da Federação de Citrus de Entre Rios (FeCiER), Dante Grogolatto, isso permitiria aos produtores exportar a fruta e reduzir a pressão sobre o mercado doméstico, o que ajudaria a aumentar o valor da laranja. 

Os preços estão tão ruins que, segundo o jornal, é mais lucrativo para os citricultores deixar as frutas nas árvores até elas caírem ou jogá-las fora ao invés de transportá-las até o Mercado Central para vende-las. Já Grigolatto afirmou que a ajuda oficial serviria somente para melhorar a situação atual, mas não é suficiente para resolver o problema.