NOTÍCIAS
DO CAMPO
compartilhar este link
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Starbucks apoia cafeicultores

25/06/2015 11:52:08
Texas terá ajuda contra HLB

02/06/2015 12:57:45
Lista PIC

21/05/2015
Mercado espanhol segue incerto

16/03/2015 17:09:59
Licopeno contra o frio

18/02/2015 17:31:55
Greening causa perdas na China

19/01/2015 17:37:42
Produção estável no Sul

06/08/2014 12:15:39
Em busca de novas plantas

24/06/2014 11:19:54
Cancro em debate

07/05/2014 11:41:00
Todos contra o Cancro

17/04/2014 11:07:00
De olho no cancro

11/04/2014 12:11:00
De portas abertas

05/03/2014 16:27:00
Reforço Espanhol

25/02/2014 17:35:00
Uma vespa contra o greening

13/02/2014 12:22:00
Os prejuízos do frio

11/02/2014 13:29:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Califórnia abaixo de zero

12/12/2013 16:14:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Novas soluções

19/11/2013 14:33:00
Em busca de salvação

17/10/2013 13:31:00
Molécula pode salvar pomares

15/10/2013 11:06:00
Para falar de doenças

10/10/2013 12:51:00
O DNA do grenning

03/10/2013 15:07:00
Em busca de aliados

01/10/2013 12:11:00
De olho no inseto

24/09/2013 10:36:00
Capacitação contra doenças

12/09/2013 11:04:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Greening avança em SP

02/08/2013 15:24:00
Produção em queda

11/07/2013 15:46:00
Formulário contra o greening

10/06/2013 15:47:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
Um PIC contra as pragas

25/04/2012 14:34:00
Menos laranja na Flórida

12/04/2012 16:53:00
Mapa reafirma o compromisso no combate ao Greening

Ministério da Agricultura - 13/11/2014 - Apesar da doença afetar culturas cítricas no país, ela está restrita a apenas três estados

Neste ano, o estado de São Paulo (SP) – maior produtor de citros do mundo – erradicou 5,7 milhões de plantas só no primeiro semestre, de acordo com relatório da Coordenadoria de Defesa Agropecuária do estado. O responsável pelo número expressivo de plantas erradicadas foi o Huanglongbing (HLB), conhecido popularmente como Greening, doença que afeta culturas cítricas no Brasil desde 2004.  Dessa forma, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do Departamento de Sanidade Vegetal, da Secretaria de Defesa Agropecuária (DSV/SDA), alerta aos produtores sobre as práticas de controle previstas no Manual de Procedimentos para Execução de Levantamentos Fitossanitários e Ações de Prevenção e de Controle, publicado em 2009, e na Instrução Normativa (IN) nº 53, de 2008.
 
A IN n° 53 contém ações para prevenção e controle do HLB, que incluem, por exemplo, a vistoria contínua dos pomares cítricos já instalados como sendo responsabilidade dos produtores; a fiscalização dos órgãos estaduais para a produção de mudas sadias de plantas cítricas e emissão das permissões para trânsito de material cítrico entre Estados.   De acordo com o fiscal federal agropecuário Ricardo Raski, “o Mapa atua como responsável nacional, junto com os órgãos de defesa fitossanitária de cada Estado, no monitoramento e ações de prevenção e controle da doença”. 
 
Raski explica que na IN nº 53 foram estabelecidos os procedimentos de prevenção e controle legalmente normatizados e padronizados, para serem executados e cumpridos da mesma maneira por todos os Estados da federação: “Se não houvesse uma legislação única, cada Estado faria de seu jeito,  ou não faria, e a doença estaria espalhada pelo país, o que não ocorreu. Atualmente o HLB está restrito a regiões específicas em três estados: São Paulo (SP), Paraná (PR) e Minas Gerais (MG)”.
 
Expressividade – A área de culturas cítricas – laranjas, limões e tangerinas – em SP, PR e MG é de aproximadamente 630 mil hectares, o que representa praticamente 73% da área plantada com culturas cítricas no Brasil – aproximadamente 863 mil hectares. 
 
O grande número de plantas erradicadas se afigura como um alerta para o setor produtivo para a necessidade de se manter um controle contínuo da doença, já que o mercado para cítricos no País tem grande expressividade econômica: o volume de suco de laranja exportado em outubro foi de aproximadamente 290 mil toneladas. 
 
Além disso, cerca de 80% da produção brasileira de laranja é transformada em suco, o que coloca o Brasil como maior exportador mundial, responsável por 60% da bebida produzida no mundo. Em 2013, a exportação de suco de laranja do Brasil rendeu ao país US$2,46 bilhões. 
 
Ação – O greening é transmitido pela bactéria Candidatus liberibacter spp, em suas três formas, disseminada pelo inseto Diaphorina citri, conhecido como psilídeo. “Na planta, a doença é percebida pela presença de ramos com folhas amareladas, na parte alta da copa. É preciso arrancar a planta doente e plantas suspeitas ao seu redor, para evitar que o psilídeo continue a contaminar novas plantas”, explica Raski.
 
O controle da doença precisa ser contínuo, feito através de: monitoramento dos pomares, para detecção e arranquio de plantas doentes; controle do inseto psilídeo; plantio de mudas cítricas sadias na instalação de novos pomares e remoção de outras plantas hospedeiras do psilídeo, como a murta de cheiro (dama da noite). Os pesquisadores no Brasil e em outros países continuam trabalhando para obter plantas cítricas resistentes ou tolerantes ao HLB, como ação promissora adicional de controle da doença a longo prazo.