NOTÍCIAS
compartilhar este link
Marketing de US$ 5 milhões

07/07/2020 10:01:25
Tarifa abre disputa na Espanha

26/06/2020 10:10:33
Greening assusta Califórnia

11/02/2020 10:36:02
Bem vindo, suco de laranja

10/02/2020 10:54:48
Limão azedo na Argentina

29/01/2020 14:41:02
Notícias pelo mundo

13/12/2019 16:40:13
Notícias pelo mundo

06/12/2019 16:45:44
Notícias pelo mundo

29/11/2019 16:49:04
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
01/11/2019
Colheita de citros na Espanha deve cair de 8% a 15%

Fresh Plaza - 01/11/2019 - Falta de chuva nas regiões de Veja del Guadalquivir, Cádiz e Granada afeta colheita de frutas cítricas, como laranja e limões


A falta de chuvas na região de Vega del Guadalquivir em Sevilha na Espanha, tem se tornado um dos fatores na redução da colheita de citros em Córdoba, cuja campanha está prestes a iniciar.

A perspectiva oficial é que a campanha termine com uma produção total de 350.047 toneladas, uma queda de 8%, cerca de 30.093 a menos se relacionado a safra 2018/2019. As regiões de Cádiz e Granada estimam uma queda de 53,4% e 32,3%.

A fruta mais comum na área produtora de citros é a laranja doce, com 340.780 toneladas, o que representa 97,3% da produção. Nesse caso, a queda estimada é ligeiramente superior a 7%. Seguido pelas mandarinas, com 5.942 toneladas e uma queda de mais de 40%, e limões, com apenas 70 toneladas e uma queda de quase 83%. A exceção é a toranja, que registrará um crescimento de 24,6% e permanecerá em 3.028 toneladas.

Por sua vez, Nicolás González, chefe do setor de citros da Associação Agrária de Jovens Agricultores (ASAJA), de Córdoba, disse que as perspectivas do Conselho estão realmente aquém, pois acreditam que a colheita cairá cerca de 15%, especialmente no caso de variedades como a Navelina, para os quais a redução pode chegar a 30%. Para outros, como os citros Salustina, o volume pode ser apenas 5% menor que o esperado. O tempo seco e as altas temperaturas estão por trás dessas estimativas.