NOTÍCIAS
compartilhar este link
Marketing de US$ 5 milhões

07/07/2020 10:01:25
Tarifa abre disputa na Espanha

26/06/2020 10:10:33
Greening assusta Califórnia

11/02/2020 10:36:02
Bem vindo, suco de laranja

10/02/2020 10:54:48
Limão azedo na Argentina

29/01/2020 14:41:02
Notícias pelo mundo

13/12/2019 16:40:13
Notícias pelo mundo

06/12/2019 16:45:44
Notícias pelo mundo

29/11/2019 16:49:04
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
28/10/2019
Admissões crescem 15,8% entre janeiro e setembro/2019

Agência Estado - 28/10/2019 - Somente neste ano, as contratações somaram 42.200 no período, ante 36.427 vagas abertas no mesmo período de nove meses de 2018


São Paulo - As contratações formais na citricultura cresceram 15,8% entre janeiro e setembro de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) compilados pela Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR), as admissões somaram 42.200 no período, ante 36.427 vagas abertas no mesmo período de nove meses de 2018.

As demissões no setor foram 5,6% menores na mesma base de comparação, de 36.375 para 34.334. As vagas no setor citrícola começaram a aumentar no mês de maio (9.660) e tiveram o pico em junho, com a admissão de 10.011 trabalhadores, por causa do início da safra. No Brasil, a safra da laranja começa em julho e termina em junho do outro ano, mas o pico das colheitas ocorre na primeira metade das safras.

Segundo a CitrusBR, os municípios que mais geraram vagas de trabalho na citricultura de janeiro até setembro foram os paulistas Bebedouro, com 3.335 contratações, Mogi Guaçu, com 2.718 admissões e Colômbia, com 2.684 vagas. Em quarto lugar está o município de Comendador Gomes, em Minas Gerais, com 2.443 contratações.

Fora do eixo do cinturão citrícola, cidades do Paraná e da Bahia constam como os maiores empregadores no setor.