NOTÍCIAS
compartilhar este link
Clima favorece pomares

08/02/2019 11:36:47
Greening perto de zero

21/05/2018 11:12:28
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
11/02/2019
Safra de laranja é reestimada em 284,88 milhões de caixas

Fundecitrus - 11/02/2019 - Segundo Fundecitrus, o número representa um aumento de 3,31% em relação à publicação de dezembro; 95% da produção já foi colhida


Nesta segunda-feira (11/2), o Fundecitrus divulgou a terceira reestimativa da safra de laranja 2018/19 do cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro. A produção foi reestimada em 284,88 milhões de caixas de 40,8 quilos. Representando um aumento de 3,31% ante o esperado em dezembro de 2018, e mais próxima do volume da primeira estimativa, publicada em maio de 2018, quando foram projetados 288,29 milhões de caixas de 40,8 quilos, mas ainda 1,18% menor. Do total, cerca de 15,96 milhões de caixas deverão ser produzidas no Triângulo Mineiro.

De acordo com os dados da Somar Meteorologia, nos meses de dezembro de 2018 e janeiro de 2019, a precipitação média no cinturão citrícola, foi de 169 milímetros e 116 milímetros, respectivamente. Com isso, as precipitações somadas aos índices de chuva desde maio de 2018, totalizaram 896 milímetros, 3% abaixo da média histórica (1981-2010). O período mais seco dessa temporada, com precipitação abaixo da média, ficou concentrado no início da safra e provocou a diminuição do peso das laranjas das variedades precoces, que foram revisados em setembro de 2018. As chuvas se intensificaram com a chegada da primavera e, embora tenham ficado abaixo da média nos últimos dois meses, foram satisfatórias durante o principal período de colheita das laranjas Pera Rio, Valência e Valência Folha Murcha, o que contribuiu com o aumento do peso dos frutos dessas variedades.

Considerando todas as variedades, o tamanho médio é reestimado para 260 frutos por caixas, contra os 267 frutos por caixa projetado em dezembro de 2018 e 256 frutos por caixa estimado em maio de 2018. A taxa de queda de frutos média do cinturão citrícola é revisada para 16,70%.

A colheita das variedades precoces foi encerrada. A colheita da Pera Rio soma 97% e das variedades Valência, Valência Folha Murcha e Natal, cerca de 92%. Considerando todas as variedades, 95% da safra está colhida. A redução do ritmo de colheita em comparação à temporada anterior, que nessa mesma época já tinha atingido 97%, está sendo observada nesse final de safra, em função do maior volume de laranjas de terceira e quarta floradas produzidas em 2018/2019.