NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
25/09/2017
Citros lideram o aumento de valor da produção em 2016

DCI - 25/09/2017 - Segundo IBGE, a fruticultura somou R$ 33 bilhões no ano passado



A fruticultura nacional registrou no ano passado recorde no valor de produção, 
que atingiu R$ 33,3 bilhões, de acordo com a pesquisa Produção Agrícola Municipal 
(PAM 2016), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"Foi o maior valor de produção da série histórica iniciada em 1974", destacou a 
engenheira agrônoma Larissa Leone Isaac Souza, supervisora da pesquisa. Em relação 
a 2015, o valor da produção do setor aumentou 26%.

As maiores altas no valor na produção foram registradas nas culturas de limão (52%), 
laranja (47,2%), banana (43,4%) e maçã (25,8%). Em valores absolutos, a liderança é 
da laranja, que concentra 25,1% do valor de produção, com R$ 8,4 bilhões, seguida 
pela banana (25%), com R$ 8,3 bilhões.

O Estado de São Paulo respondeu por 30,9% do valor de produção nacional da fruticultura, 
ou R$ 10,3 bilhões.

Principal produtor e exportador de laranja do mundo, em 2016, o Brasil produziu 17,2 
milhões de toneladas da fruta, 1,8% a mais que no ano anterior. A área colhida foi de 
659 mil hectares e o valor de produção teve expansão de 47,2%, para R$ 8,4 bilhões.

O grupo das frutíferas é composto por 22 produtos, incluindo lavouras temporárias 
- abacaxi, melancia e melão - e permanentes - abacate, banana, caqui, castanha de 
caju e uva, por exemplo.