NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
13/04/2017
Conheça as medidas para controlar a mosca negra

Fundecitrus - 13/04/2017 - Praga pode causar a morte das laranjeira

A mosca negra é uma praga que causa danos diretos e indiretos nas árvores de citros, pois 
alimenta-se da seiva das plantas deixando-a debilitada e, em alguns casos, levando-a a morte, 
se não forem realizadas as medidas de controle.

Além dos danos provocados pela mosca negra, ela facilita a ocorrência de fumagina, que é 
causada pelo fungo Capnodium sp., que se desenvolve sobre as excreções da mosca negra e 
chega a revestir totalmente a folha, acarretando a redução da fotossíntese e impedindo a 
respiração da planta.  

O controle da mosca negra deve ser baseado em monitoramento com inspeções semanais nas brotações 
novas, examinando a face inferior das folhas novas e maduras à procura de sinais de postura da 
mosca negra. Depois de identificada a presença da praga, recomenda-se que sejam feitas aplicações 
de adulticidas associados a reguladores de crescimento. Também é necessária a aplicação de óleo 
mineral para retirar a fumagina da superfície das folhas e frutos. Em áreas com altas populações 
pode ser necessária mais de uma aplicação.

O controle biológico também é indicado para a mosca negra. Os mais efetivos são com as vespinhas 
Encarsia opulenta e a Amitus hesperidum. O ciclo de desenvolvimento de ovo a adulto é de 45 a 133 dias. Os adultos apresentam corpo cinza-escuro, com faixas avermelhadas no tórax e abdômen.

A disseminação da praga ocorre por transporte de material vegetal, principalmente plantas ornamentais, 
pelo homem e carregada pelo vento. As espécies de citros são os principais hospedeiros da praga, mas 
ela também pode infestar mais de 300 espécies de plantas, incluindo abacateiro, cajueiro, videira, 
goiabeira, mamoeiro, pereira, plantas ornamentais e daninhas, sendo transportadas facilmente entre regiões.