NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
03/03/2017
Pesquisas do Fundecitrus são apresentadas na Flórida

Fundecitrus - 03/03/2017 - Geraldo José Silva Junior e Franklin Behlau foram convidados para falar sobre trabalhos desenvolvidos no Brasil

Os pesquisadores do Fundecitrus Geraldo José Silva Junior e Franklin Behlau participaram de Simpósio sobre Doenças dos Citros, em Arcadia, na Flórida (Estados Unidos), no início de fevereiro. O evento foi organizado pela Universidade da Flórida e contou com a presença de cerca de 130 citricultores e profissionais do setor.

Eles foram convidados para falar sobre os resultados de pesquisas e experiências com o controle da podridão floral (estrelinha) e do cancro cítrico, e apresentar o Sistema de Previsão da Podridão Floral e o Sistema de Pulverização Integrado do Fundecitrus (SPIF), ambos desenvolvidos pelo Fundecitrus.

O pesquisador Geraldo Junior fez apresentação sobre as estratégias de manejo, doença que afeta as flores e provoca queda dos frutos jovens. Epidemias de podridão floral ocorreram na Flórida durante as floradas de 2015 e 2016, e a doença tem preocupado os citricultores americanos, pois o estresse causado pelo HLB (greening/huanglongbing) tem estendido o período da florada e gerado dúvidas sobre quais estratégias seriam mais adequadas para protege-la.

“É essencial realizar as pulverizações no momento correto, em geral, antes das chuvas. Porém, se ocorrerem chuvas consecutivas por 2-3 dias, a reaplicação de fungicida deve ser realizada, principalmente, nas fases de botão expandido e flor aberta. O novo sistema de previsão auxilia o citricultor nessa tomada de decisão, enviando alertas sobre a necessidade de pulverização no momento certo, o que permite reduzir em até 75% o número de pulverizações e os custos, mantendo a eficiência de controle da doença” afirma Junior.

O pesquisador Franklin Behlau falou sobre a nova legislação de controle de cancro cítrico em São Paulo e o manejo integrado que propõe a adoção de medidas que previnem a chegada da doença ou que colaborem com manutenção da incidência e severidade em níveis baixos, após o cancro cítrico estar instalado. Ele também falou sobre o SPIF que ajuda a fazer uma pulverização mais eficiente e econômica.

“O SPIF despertou grande interesse de pesquisadores e produtores devido ao auxílio no ajuste de volume de calda e na dose de produtos” afirma Behlau. Clique aqui para saber mais sobre o sistema.

Além do simpósio em Arcadia, os pesquisadores, juntamente com representantes da Universidade da Flórida, visitaram pomares de citros nas regiões de Frostproof, Lake Placid, Winter Haven, Arcadia, Clewiston e Immokalee.