NOTÍCIAS
compartilhar este link
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Informação compartilhada

09/08/2013 11:09:00
Os caminhos da citricultura

25/04/2013 13:01:00
Citricultura na TV

11/04/2013 15:11:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Novos rumos para a laranja

13/03/2013 16:02:00
Os números da safra

08/03/2013 15:47:00
O mapa dos citros na Europa

03/01/2013 11:29:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
Europa desvendada

16/10/2012 15:29:00
30/01/2017
Efeito Trump causa queda nas ações de limão na Argentina

Portal do Agronegócio - 30/01/2017 - As ações da companhia argentina de limão sofreram queda de 8,4% os EUA emitirem a suspensão por 60 dias da exportação do limão.

As ações da exportadora argentina de limões San Miguel caíram 8,4% nesta segunda-feira após Washington emitir uma suspensão de 60 dias sobre sua decisão de dezembro que permitia a importação de limões do noroeste da Argentina para os Estados Unidos. A companhia e o governo argentino não quiseram comentar imediatamente sobre o anúncio do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) sobre a paralisação, que segundo declaração de 22 de janeiro foi decidido "em acordo com a orientação da Casa Branca emitida em 20 de janeiro."

Nesta data, Donald Trump, que prometeu reformular acordos de comércio, tomou posse como presidente dos EUA

No mês passado, o USDA disse que iria retirar uma proibição sobre as importações de limões da Argentina, permitindo que produtores no maior produtor do mundo acessem o maior mercado consumidor pela primeira vez em 15 anos.