NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
15/12/2016
Produtores europeus na luta contra a pinta preta

FreshPlaza - 15/12/2016 - Representantes dos produtores cítricos encaminharam pedido aos parlamentares para que as medidas de prevenção sejam tomadas mais rapidamente e evite a perda nas exportações de frutas cítricas.

A Copa & Cogeca que representa os produtores e cooperativas europeias encaminharam uma carta para as autoridades da UE solicitando a aprovação de medidas mais rigorosas que impeçam a disseminação da pinta preta. A proposta já está em processo de votação pelo parlamento de Estrasburgo. 
 
Uma das porta-vozes do setor, Clara Eugenia Aguilera, ressaltou, "se há algo que aprendemos com o alarme da pinta preta é que não basta aguardar e ver, é preciso agir". A secretária-geral da Copa & Cogeca, Pekka Pesonen, partilha do mesmo ponto de vista e afirmou que "a UE e a Organização para a Proteção das Culturas Mediterrâneas recomendam o recurso do tratamento a frio seja feito para combater o fungo, transportando as frutas em recipientes com baixa temperatura".

Risco para as exportações

Pesonen também alertou que, se não forem adotadas medidas severas, corre-se o risco de a doença se espalhar em todos os citrinos, tendo conseqüências ruins para os produtores, principalmente no sul da Europa, incluindo a Espanha. "A UE tem uma rede de citros que pode significar a perda de exportações e também na nossa posição perante o mercado global", concluiu.