NOTÍCIAS
compartilhar este link
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Informação compartilhada

09/08/2013 11:09:00
Os caminhos da citricultura

25/04/2013 13:01:00
Citricultura na TV

11/04/2013 15:11:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Novos rumos para a laranja

13/03/2013 16:02:00
Os números da safra

08/03/2013 15:47:00
O mapa dos citros na Europa

03/01/2013 11:29:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
Europa desvendada

16/10/2012 15:29:00
21/11/2016
IAC avalia uso de porta-enxerto em pomares de limão

Portal G1.com - 21/11/2016 - Trabalho pode ajudar a aumentar a produção nos pomares. A região Noroeste de SP é importante no cultivo do limão taiti.

O Noroeste de São Paulo é a região que mais produz limão no Brasil. São mais de 1 milhão de pés e uma produção anual de 100 mil toneladas. E o Nosso Campo descobriu que o cultivo pode ganhar impulso com uma pesquisa do Centro de Citricultura do Instituto Agronômico de Campinas (IAC).

A pesquisadora Mariângela Cristofani Yaly está à frente do estudo com porta-enxertos. Ele influencia várias características da planta, como qualidade, sabor, tamanho da árvore e resistência à seca e a doenças.

Em uma comparação, a variedade mais conhecida é a quebra-galho. Em 1 hectare é possível plantar 400 pés de limão. Já com uma das novas variedades, dá para cultivar até mil pés na mesma área e atingir uma produção de até 33 toneladas por safra. Além disso, a copa da árvore é mais baixa, o que facilita a colheita e a poda, além de aumentar a eficiência na hora da pulverização.

A técnica consiste na enxertia de um material genético mais rústico, que dá condição para o bom desenvolvimento da planta. O pomar experimental foi plantado em 2013 em uma unidade da Apta, a  Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, em Pindorama (SP).

Os frutos de cada porta-enxerto vão para o laboratório, onde são avaliados o tamanho, a acidez, o peso, a quantidade de vitamina C, o teor de açúcar e o rendimento de suco de cada fruta. Depois dos testes é possível saber qual o melhor porta-enxerto.

Ao todo, foram estudados 17 tipos de porta-enxertos. Segundo a pesquisadora Maria Beatriz Bernardes Soares, dois deles se destacaram. Um pela parte física e rendimento de suco. O outro, pela parte química, teor de açúcar, vitamina C e qualidade do suco.