NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
31/10/2016
Clima favorece "pegamento" da safra 17/18 de citros em SP

Notícias Agrícolas - 31/10/2016 - Segundo afirma a Somar Meteorologia, em pelo menos duas cidades do interior paulista os acumulados de chuva já superaram o volume esperado para todo o mês de outubro.

Os bons volumes de chuva em muitas regiões do estado de São Paulo neste mês têm beneficiado o “pegamento” dos chumbinhos que darão origem à safra 2017/18. Apesar de terem sido relatadas quedas de pequenos frutos, na maioria das localidades, não foram intensas. Nesse cenário, o desenvolvimento das plantas, até o momento, é positivo em praticamente todas as regiões citrícolas acompanhadas pelo Cepea, o que tem gerado boas expectativas com relação à próxima temporada. Em Limeira e Avaré, os acumulados de chuva neste mês (até o dia 27) já superam o volume esperado para todo o mês de outubro, segundo a Somar Meteorologia.

Em Araraquara e Bebedouro, contudo, as precipitações ainda estão bem abaixo do previsto para este mês. Segundo colaboradores, a queda mais acentuada de chumbinhos, embora pontual, foi observada no noroeste do estado. Na cidade de Fernandópolis, chuvas estiveram, até esta semana, 18% abaixo da média climatológica, com o agravante das altas temperaturas, que chegaram a beirar os 40ºC em alguns dias do mês – na média, a temperatura máxima é de 33,2ºC, também acima do normal para o período. Ainda que seja cedo para dimensionar, a safra 2017/18 pode ser superior à anterior. No ano passado, nesta época, as lavouras já registravam fortes danos devido ao calor, o que limitou a oferta na temporada 2016/17.