NOTÍCIAS
compartilhar este link
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Informação compartilhada

09/08/2013 11:09:00
Os caminhos da citricultura

25/04/2013 13:01:00
Citricultura na TV

11/04/2013 15:11:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Novos rumos para a laranja

13/03/2013 16:02:00
Os números da safra

08/03/2013 15:47:00
O mapa dos citros na Europa

03/01/2013 11:29:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
30/05/2016
Ambev quer estimular cultivo de frutas no Rio

Objetivo é que parte dos sucos da Do Bem possa ser produzidas com frutas cultivadas por pequenos produtores da região fluminense

A Ambev pretende ampliar a produção de frutas no Rio de Janeiro. O objetivo é que parte dos sucos da Do Bem, empresa que passou a fazer parte do portfólio de não alcoólicos da Ambev, possa ser produzidas com frutas cultivadas por pequenos produtores da região fluminense. Termo de cooperação nesse sentido foi assinado ontem entre a empresa e a Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária do Estado.

A Ambev quer utilizar frutas cultivadas localmente na fabricação dos Sucos do Bem na fábrica de Cachoeira de Macacu, caso a compra da unidade seja aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Na safra 2013/2014, o Rio produziu 150 mil toneladas de abacaxi e 1,8 mil toneladas de morango, além de registrar crescente produção de cítricos, especialmente de tangerina poncã.

Além do investimento na agricultura do Estado, até o fim de 2016, a Ambev pretende inaugurar um Centro de inovação e Tecnologia na Ilha do Fundão. O polo da ocupará área de cerca de 16.000 m dentro de um parque tecnológico, onde serão desenvolvidas pesquisas para a criação de novas bebidas.