NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Informação compartilhada

09/08/2013 11:09:00
14/03/2016
Pomares abandonados prejudicam combate ao greening

G1 - 14/03/2016 - Aproximadamente, 10 mil hectares com pés de laranja estão nessa situação no Estado de São Paulo


Segundo o Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura), 2% das propriedades que fazem parte do Parque 
Citrícola, integrantes das principais regiões produtoras de laranja de São Paulo, foram abandonados. 
São quase 2 mil hectares somente na Região Noroeste. A situação no Estado todo atinge 10 mil hectares.

A reportagem coletou informações na Secretaria de Agricultura do Estado que explicou que é preciso notificar os proprietários para fazer o corte das árvores. Por lei, se 28% das plantas apresentam greening, conhecido 
também como 'amarelão', o pomar inteiro deve ser cortado.

As folhas da planta doente ficam amareladas e, com o tempo, começam a cair. Os frutos não se desenvolvem e ficam defeituosos. A bactéria causadora do greening é transmitida por um inseto com menos de 3 milímetros, chamado Psilídeo. É a pior doença da citricultura e que precisa ser enfrentada de forma preventiva.

Nas propriedades onde a aplicação de inseticidas não está sendo feita, os agrônomos estão soltando vespinhas desenvolvidas em laboratório. Esses insetos são os predadores naturais do Psilídeo.