NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
22/09/2015
Colheita de grapefruit deve ser 12% menor na Espanha

Freshplaza.com - 22/09/2015 - Estimativa é de que volume chegue a 72 mil toneladas


A Asociación Interprofesional de Limón y Pomelo da Espanha (AILIMPO), afirmou que a colheita de grapefruit nesta temporada deverá egistrar queda de 12% em volume, em comparação com a temporada anterior. De acordo com os dados da entidade, o volume da fruta deverpa  chegar a 72 mil toneladas, ante 81,9 mil toneladas.

Entre os fatores que contribuíram para essa retração no volume estão principalmente as condições climáticas adversas durante a florada, o que implica em menor quantidade de frutos por árvore e um leve aumento no tamanho médio das frutas.

“Na última safra, todas as circunstâncias foram ideais para garantir o máximo rendimento dos pomares”, afirmou o diretor da AILIMPO, José Antonio García. O executivo acrescentou ainda que a área de plantio dos pomares de grapefruit continua estável no geral. “Apesar disso, algumas áreas foram substituídas por limões”.

O setor espera exportar cerca de 60 mil toneladas nesta temporada, aproximadamente 80% do volume que será colhido. “A grapefruit cultivada na Espanha vem ganhando participação de mercado na Europa, em detrimento da produção de frutas da Turquia, afetada por perda na qualidade e problemas com uso de alguns pesticidas. “A Turquia tem o foco voltado principalmente para o mercado que privilegia preços baixos, onde a qualidade acaba ficando em segundo plano”, ponderou o executivo.

Na última safra, as exportações totalizaram 63,1 mil toneladas, das quais 61 mil toneladas foram direcionadas para a União Europeia. Foram registrados aumentos significativos nas vendas para a Alemanha, France, Reino Unido, com média de aumento entre 20% e 30% nos volumes embarcados.

Um pequeno volume, aproximadamente 21 mil toneladas foram embarcados para o Oriente Médio, especialmente Arábia Saudita e Emirados Árabes. Enquanto isso, o mercado doméstico absorveu aproximadamente 7 mil toneladas com um leve aumento ano após ano e maior presença das frutas nas prateleiras dos supermercados e mercearias.