NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
15/09/2015
EUA vão importar citrus de todas as áreas do Peru

Freshplaza.com - 15/09/2015 - Regulamentação antes restrita a cinco regiões produtoras agora vale para todo o país


O Serviço de Inspeção Animal e Saúde das Plantas (APHIS) órgão do Departamento Americano de Agricultura (USDA), anunciou a decisão para permitir que as frutas cítricas produzidas de todas as regiões do Peru sejam importadas pelos Estados Unidos. 

Atualmente a regulamentação permite a importação de citrus de apenas cinco áreas produtoras pré-aprovadas pelos norte-americanos: Piura, Lambayeque, Lima, Ica e Junín. Todas as frutas cítricas oriundas do Peru, com exceção das limas, devem ser submetidas a tratamento de descontaminação a frio assim que entram nos Estados Unidos.

Em comunicado, a APHIS disse que com base nas conclusões de uma lista de pragas e de documentos de avaliação de importação de produtos, a qual contribuiu para determinar esta abordagem para as frutas importadas, também atenua o risco da ocorrência de pragas em citrus de todas as outras áreas do Peru. 

De acordo com o USDA, a regra vai aumentar a área de citrus peruana aprovada pelos EUA para cerca de 1,5 mil hectares ao longo dos próximos três anos. Volumes adicionais de citrus da ordem de 5 mil toneladas poderão ser enviadas para os Estados Unidos no primeiro ano de vigor da nova regra, 6.500 toneladas no segundo ano e 8.000 toneladas no terceiro ano. Estas quantidades são equivalentes a menos de 1% da produção de citrus dos EUA , de acordo com o USDA.