NOTÍCIAS
compartilhar este link
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
A safra de Steger

19/08/2013 19:09:00
Informação compartilhada

09/08/2013 11:09:00
Os caminhos da citricultura

25/04/2013 13:01:00
Citricultura na TV

11/04/2013 15:11:00
Laranjas em queda

11/04/2013 14:24:00
Doenças avançam

08/04/2013 12:23:00
Novos rumos para a laranja

13/03/2013 16:02:00
Os números da safra

08/03/2013 15:47:00
O mapa dos citros na Europa

03/01/2013 11:29:00
Menos laranja na Flórida

12/12/2012 15:06:00
Europa desvendada

16/10/2012 15:29:00
14/04/2015
Na Itália, bebidas sabor laranja terão novas regras

Freshplaza.com - 14/04/2015 - Governo determinou que percentual de suco de laranja passe de 12% para 20%


A indústria de bebidas italiana está alarmada desde que o governo do país determinou o aumento do percentual de suco de laranja em todas as bebidas sabor “laranja”, passando de 12% para 20%. O Consórcio Italiano das Indústrias Processadoras de Citrus (Citrag) se opõe ao aumento e enviou uma carta ao governo italiano e ao governo regional na Sicília pedindo que a exigência seja revista. 

De acordo com a entidade, o aumento da cota de suco nas bebidas na Itália causaria "um aumento de custos, o que iria favorecer as empresas estrangeiras e pressionar as multinacionais com sede na Itália a reduzirem sua presença no país."

Além disso, a Citrag alega que as novas regras podem causar danos irreversíveis à indústria, já que mesmo nos países fora da União Europeia, o mínimo de suco nas bebidas é de 10%. 

Para a indústria, além das questões relacionadas com a concorrência estrangeira, que pode engarrafar bebidas de laranja fora da União Europeia com apenas 3% de suco de laranja, há também a questão da quantidade de laranjas necessárias para aumentar o percentual de 12% para 20%. Segundo o setor, esta quantidade não está disponível na Itália, já que 98% dos refrigerantes de laranja italianos são produzidos exclusivamente com polpa de laranjas italiana louro. Já as laranjas de polpa vermelha não podem ser utilizadas para a produção de refrigerantes, apenas são utilizadas no processamento de sucos 100%.

A produção atual de 500 milhões de litros de bebidas sabor "laranja" vendidos na Itália, com 12% de suco de laranja exige 60 milhões de litros de suco ou 150 milhões de quilos de laranjas. Se as bebidas produzidas na Itália passarem a conter 20% de suco de laranja, cerca de 100 milhões de litros de suco, o equivalente a 250 milhões de quilos de laranjas seria necessário. Esta quantidade não existe na Itália, diz a Citrag, o que forçaria a indústria de refrigerantes a comprar suco de laranja no exterior.