NOTÍCIAS
compartilhar este link
NOTA: CitrusBR e o Consecitrus

22/09/2017 16:11:36
O HLB é a bola da vez

17/02/2017 11:31:41
As gigantes fazem suas apostas

09/08/2016 12:29:03
A problemática fila da Anvisa

25/07/2016 12:44:28
Vem aí o suco expresso?

19/07/2016 14:17:06
O vale dourado da Sun Pacific

11/07/2016 16:30:25
Lista PIC

21/05/2015
Greening causa perdas na China

17/04/2015 15:30:27
Heinz e Kraft anunciam fusão

26/03/2015 17:11:06
Uma doutora em defesa do suco

09/03/2015 15:48:52
Um viva para os benefícios

02/03/2015 15:03:31
Modelo Consecitrus II

04/02/2014 16:13:00
Mais verba contra o greening

03/02/2014 11:12:00
Produção em queda

10/12/2013 15:43:00
Momento de unir forças

01/11/2013 12:43:00
11/02/2015
Coca-Cola vai investir R$ 2,7 bi no Brasil

Exame.com - 11/02/2015 - Mercado já é o quarto maior dentro dos negócios da companhia

A Coca-Cola irá investir RS 2,7 bilhões no Brasil em 2015. A empresa pretende ampliar a infraestrutura de distribuição, criar centro de inovação e melhorar gestão energética.

O investimento reforça a importância do país, que já é o quarto maior mercado da empresa de bebidas. Segundo a empresa, a marca está em 85% dos lares.

Entre 2012 e 2016, a companhia terá investido R$ 14,1 bilhões no Brasil, valor recorde e 50% superior ao dos cinco anos anteriores. 

“A Coca-Cola está se preparando para um novo ciclo de crescimento sustentável nos próximos anos”, afirma o presidente da Coca-Cola Brasil, Xiemar Zarazúa, em comunicado a imprensa.

Este ano, a companhia fará investimentos de R$ 2,7 bilhões no Brasil, 75% a mais que em 2014. Serão inauguradas cinco linhas de produção e dois centros de distribuição no Sistema Coca-Cola Brasil.

O objetivo é conseguir atender melhor o aumento significativo de capacidade de produção dos últimos anos.

Inovação

Além dos investimentos na infraestrutura, a empresa também se focará na inovação. “Para isso, criamos uma área de novos negócios, que vem investindo na incubação de projetos de alto valor futuro", afirmou o presidente.

Na área de sustentabilidade, a empresa espera implantar ações de gestão energética em suas 43 unidades fabris.

Entre as ações está o sistema de cogeração de energia, já em uso na fábrica de Jundiaí (SP), da Femsa. Com o aproveitamento da energia térmica dos combustíveis utilizados no processo de produção, o sistema possibilita a autossuficiência das fábricas.

A Coca-Cola Brasil atua em oito segmentos do setor de bebidas não alcoólicas - águas, chás, refrigerantes, néctares, energéticos, isotônicos, repositores e lácteos, com uma linha de mais de 125 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria.

Resultados de 2014

O Sistema Coca-Cola Brasil, formado pela Coca-Cola Brasil e 10 grupos fabricantes, apresentou um aumento de 2,2% no volume de vendas em 2014, e de 5% no último trimestre.

O forte desempenho da marca Coca-Cola é um dos motivos para essa alta, assim como o crescimento expressivo dos segmentos de néctares e águas.

Hoje, as vendas na América Latina superam até a América do Norte. O continente é o maior mercado do mundo (29%), e o Brasil representa cerca de 25% das vendas latino-americanas.

“O resultado positivo no Brasil reflete a política de investimentos contínuos no país, que vêm sendo realizados pela companhia e os 10 grupos empresariais do Sistema”, afirma o presidente da Coca-Cola Brasil, Xiemar Zarazúa, em comunicado a imprensa.